SEU COACH – Jornada Acadêmica de Sistemas de Informação

Nos dias 30 e 01 de outubro aconteceu a Jornada Acadêmica do curso de Sistemas da Informação da UNIEURO, com o objetivo de prover conhecimento sobre temas que estão em alta no mercado da TI.

A Primeira palestra com o tema Seu Coach foi ministrada pelo empresário Roberto Pantoja, grande referência nacional em Coaching dono de uma imobiliária e de uma empresa que oferece cursos online, onde recruta e treina milhares de pessoas ajudando-as a empreender em suas vidas.

Segundo Pantoja, o primeiro passo de tudo é: “Acreditar em si mesmo, crescer sozinho, seguir o seu talento. Quando fazemos o que gostamos temos muito mais chances tanto de crescer, quanto alcançar os objetivos traçados em nossas vidas. Isso é fundamental.”

Durante a palestra, mostrou a diferença entre produzir riqueza e distribuir riqueza e citou dois exemplos fáceis de entender como isso funciona. Se você quer produzir riqueza, simples: Abra uma empresa, seja empreendedor, assim você contribuirá com o mercado, incentivará a competitividade sadia e assim produzirá riqueza. Já quem distribui a riqueza é o governo. Vê onde necessita de investimentos, onde carece de atenção, onde produz mais e faz essa distribuição como acha melhor.

Pantoja diz que um Empreendedor tem que apostar no retorno financeiro, não pode investir por investir sem perspectivas de retorno, com essa incerteza, ou saber o que realmente quer e aonde pretende chegar! Todos almejam a estabilidade, porém não no empreendedorismo, e sim em concursos, todos se acomodam e poucos produzem realmente a riqueza. Roberto Pantoja fracassou várias vezes, mas do mesmo modo que fracassava ele correu atrás e em 2011,  meio há uma crise imobiliária nos EUA decidiu entrar no mercado, assim descobriu lacunas e usou isso há seu favor para produzir riqueza, criou um curso online sobre a área, o material foi um sucesso e hoje tem vários cursos online no segmento. Mas porque de começar no topo? Segundo o próprio porque no topo a concorrência é menor, e assim é mais fácil de você se sobressair.

Mas afinal o que seria esse negócio escalável que gasta pouco e produz muito? Startup: é uma organização escalável, rentável e sustentável, onde os microempreendedores fazem o que ninguém mais faz e tentam solucionar problemas de algumas ou milhares de pessoas.

Ainda segundo Pantoja, temos que descobrir o que as outras pessoas querem de nós, o que seu currículo contém, o que o mercado quer pra você ter um emprego melhor, seu currículo está focado naquela empresa? É preciso personalizar, focar no que realmente você quer, se capacitar e assim chegar o ponto que você comece ser pretendido pelo mercado a ponto de você escolher o que realmente quer, o que lhe agrada. Trabalhar com direcionamento no resultado, fazer acontecer e não ficar apenas esperando, pois todos tem ação, mas nem todos tem pro atividade.

Para isso tudo acontecer, os resultados virem, gaste seu tempo com o que te da retorno! O tempo é precioso e precisa ser otimizado. Incite a competição no mercado. Trace seu objetivo e desenvolva relações com quem te faça crescer, que acrescente valor. Conheça quem faça o mesmo que você, aprenda relacionar com os grandes, porque todo conhecimento que adquirir vai ser levado para suas próximas experiências e te ajudará muito. Valide as oportunidades, faça acontecer agora!

Made in Brazil – Trabalhando remotamente com Startups do Vale do Silício

Palestra organizada pela Associação de Startups e Empreendedores Digitais de Brasília juntamente com Instituto Liberdade, foi realizada no Auditório Luís Eduardo Magalhães, com Campus da Unieuro – Asa Sul contou com a presença de convidados e alunos do curso de Sistemas de Informação da própria instituição de ensino. Rafael Torales possui mais de sete anos de experiência trabalhando remotamente com startups, cofundador da Startaê foi o responsável por conduzir a ministração, contou várias histórias, repassou um pouco de sua experiência e deu dicas para como começar trabalhar com empresas e pessoas de todos os lugares, neste caso, um serviço remoto.

Notebook + Internet = <3 – Com um dispositivo conectado a internet se pode ir longe, vender seu produto, conhecer novos parceiros, manter o networking ativo e ainda trabalhar em qualquer parte do mundo sem sair de seu Home Office.

English – Inglês é uma língua universal e para romper barreiras é obrigatório domina-la, não só ela, mas espanhol e francês dominam os mercados internacionais, até mesmo porque os clientes específicos do Vale do Silício entram em contato constantemente, até possuem professor particular. Então, um bom inglês é essencial!

Communication Skills – Manter uma boa comunicação, usar ferramentas interessantes que simplificam e otimizam processos, sempre é bom estar em comunicação com a equipe, usar métodos adequados para certas ocasiões.

Cultural Diversity – Sempre está lidando com pessoas de culturas diferentes, então é necessária a flexibilidade, com isso, saber que nem tudo faz sentido para outras culturas como faz para a nossa, até nos diálogos é importante.

Timezone – O fuso horário também conta muito, e trabalham sempre no horário dos clientes, dos parceiros, cada projeto com seu horário, se é de verão, de inverno e assim por diante, é importante para não se confundir e perder prazos .

Pricing – Quais os valores? É calculado o tempo, o custo, a distância do cliente e a qualidade no centro de tudo. Como trabalham com software o sistema de cobrança feita é por horas, e para cada produto um valor indefinido, o valor final fica em aberto.

Get Paid – Já que é um serviço remoto e para outro país, como é feito o recebimento? Bem, funciona básicamente assim:

A empresa informa ao banco sobre a transferência e envia um contrato ao cliente contendo as informações necessárias (Banco, conta, etc) e todas as informações sobre o serviço oferecido, o banco entra em contato com a empresa e pede a origem daquele montante, com isso recebe o contrato e libera a ordem de pagamento.

Your Company  >  Bank  >  Contractor Agreement  >  Invoice (Swiftcode)  >  Reiceive Order

Quer conhecer um pouco mais e quem sabe trabalhar com esses jovens empreendedores?

Startaê

rafael@startae.com

@rafaeltorales

www.startae.com